HashTech

Por dentro da Tecnologia

O futuro é dos carros elétricos!

electric car 674862 1920Os carros como conhecemos hoje, com motor exclusivamente à combustão, devem estar com os dias contados. Em julho, o Ministro do Meio Ambiente da França, detalhou ao Financial Times os planos para que o país deixe de vender carros movidos a combustíveis fósseis em 2040. Para isso, deverá haver incentivos financeiros ao carros movidos com tecnologias alternativas, bem como um aumento das taxas nos carro antigos, de combustão interna.

De acordo com a Bloomberg, a China também está planejando encerrar a produção e a venda dos carros à combustão, e o governo estaria trabalhando na elaboração de um calendário para tal medida. Atualmente o governo chinês tem feito bastante no incentivo à indústria dos carros elétricos, através de subsídios e permitindo que empresas estrangeiras possam criar parcerias com empresas chinesas para o desenvolvimento de veículos elétricos.

A China é o maior mercado automotivo do mundo, e o tempo que o país levará para acabar com a produção e venda dos carros tradicionais, com certeza afetará todo o mercado mundial

O mercado

Cada vez mais os carros elétricos tem conquistado espaço no mercado. Um exemplo disso é a pioneira Tesla Motors, que esse ano se tornou a fabricante de veículos mais valiosa dos Estados Unidos, ultrapassando grandes marcas como Ford e GM.

A Volvo anunciou que pretende produzir somente carros elétricos e híbridos a partir de 2019. A Mercedes Bens revelou que pretende fazer o mesmo até 2022. Outras marcas, já possuem carros elétricos e híbridos, como o BMW i3 e o Toyota Prius, inclusive à venda no Brasil.

Entretanto o mercado brasileiro ainda caminha devagar em direção aos carros elétricos. De acordo com números da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), foram emplacados desde 2006 apenas 2,5 mil carros “verdes” dentro de uma frota total que gira hoje em torno dos 50 milhões de automóveis.

Uma das maiores dificuldades para que eles ganhem mais espaço no mercado é a alta carga tributária que incide sobre este tipo de veículo, tornando o preço elevado ao consumidor final.

Fontes:

Primeiro veículo voador inicia vendas

Compania de carros voadores iniciou as vendas de seu modelo comercial no dia 13 de fevereiro.

Esta semana a fabricante de carros voadores PAL-V deu início as vendas oficiais dos veículos Liberty Pioneer e Liberty Sports.

flyingcar

O veículo é uma mistura de carro com helicóptero, desenhado em parceiria com agências de design italianas, tem capacidade para duas pessoas e pode realmente mudar nossa forma de nos locomover. Em terra, apresenta velocidade máxima de 160 km/h, com um motor de 100 hp. Para voar, a velocidade de cruzeiro é de 140 km/h com um alcance até 400 km. A transição do modo carro para vôo dura de cinco a dez minutos.

"Depois de anos de bastante trabalho, enfretando diversos desafios técnicos, nossa equipe teve sucesso na criação de um veículo voador inovador que está de acordo com instruções de segurança, determinadas pelas principais agências regulatórias", falou Robert Dingemanse, CEO da PAL-V.

Após o sucesso no testes dos seus carros conceito de 2009 e 2012, a empresa começou a desenhar o produto comercial, lançado esta semana. PAL-V está passando por uma fase de expeansão dos negócios, após os primeiros pedidos dos clientes. Enquanto os carros conceitos de outras empresas precisam aguardar as mudanças das regulamentações ou o aperfeiçoamento de novas tecnologias, a PAL-V escolheu por construir um veículo usando tecnologia existente e de acordo com a regulamentação atual. Isto permitiu ser a primeira a apresentar um produto comercial com data de entrega próxima.

A primeira edição, com entrega prevista para 2018 tem o preço estimado de US$599,000

Maiores informações e imagens em: www.PAL-V.com

Nintendo Switch

Nintendo Switch
Após o relançamento de um dos seus primeiros consoles (NES), a Nintendo lançará o Nintendo Switch, um console que tem uma facilidade muito grande de adaptação e transformação, podendo ser utilizado através da tela que faz parte do console (q
ue se assemelha a um tablete) ou transmitido em uma TV (através do seu switch dock), seu controle segue a mesma ideia, podendo o mesmo controle ser usado como “Joystic”, um controle comum ou até dividindo-se em dois controles.

 

Alguns dos jogos que estarão disponíveis para o console são Mario em 3D, Mario Kart e Splatoon. O presidente da Nintendo, afirma o interesse em trazer realidade virtual ao console, sua maior dificuldade seria conseguir fazer com o que o uso desta ferramenta por um longo período não cause dor nos olhos, cabeça e enjoo para os jogadores.

 

O preço do lançamento, que está previsto para março deste ano, é de US$299,99. Lembrando que o console não será lançado no Brasil, uma vez que a empresa encerrou suas atividades aqui no país, por conta dos impostos2.

Relançamento Mega Drive

Produzido no Brasil pela empresa Tectoy, a primeira versão do Mega Drive será relançada, em edição limitada, com previsão de chegar aos mercados em Junho de 2017. Com design clássico, joystick original de três botões e compatibilidade com os cartuchos originais, a empresa mantêm as principais características do console vendido no Brasil nos anos 90 que também será acompanhado de 22 jogos em sua memória. Confira as fotos abaixo:


MegaDrive foto1MegaDrive foto2


MegaDrive foto3MegaDrive foto4
 

 

O Mega Drive custará R$ 449,00, porém já é possível adquirir o aparelho na pré venda com o valor de R$ 399,00 através do site da Tectoy. 

Leia mais...

Whatsapp testa compartilhamento de localização em tempo real

WhatsappAplicativo de mensagens está testando uma nova funcionalidade: permitir o compartilhamento da sua localização, com seus contatos, em tempo real. A nova função pode trazer benefícios para a segurança dos usuários. Você pode compartilhar com os amigos que está chegando em uma festa, ou compartilhar com sua família que está voltando para casa, por exemplo.

Em testes, seria possível compartilhar a localização em conversa privada ou em grupo, a seu critério, por períodos de 1, 2 ou 5 minutos. Há ainda a possibilidade de compartilhar tal informação por um periodo indeterminado, até que você decida parar. O que pode se tornar um problema se o usuário esquecer de desligar.

 whats2

O aplicativo porém está pensando na função de forma a limitar a preocupação dos seus usuários sobre o tema. Ou seja, eles não vão informar a sua localização a seus contatos, sem o seu consentimento.

Vale lembrar que tal funcionalidade está em fase de testes, e não é uma garantia que virá a ser implementada nas próximas versões do aplicativo. Outras funcionalidades que também estão em testes são a exclusão de mensagens já enviadas e não lidas.

Mais informações em: https://techcrunch.com/2017/02/03/whatsapp-tests-real-time-location-sharing-in-its-app/

Pesquisar

Facebook

GeraLinks - Agregador de links