HashTech

Por dentro da Tecnologia

Você pode estar sendo enganado!

Que a velocidade de conexão da internet no Brasil não é das melhores isso muitos já sabem, mas você sabia que a sua operadora de internet pode estar te enganando? 

Isso ocorre porque as principais operadoras de internet e telefonia do país vendem seus planos com as velocidades na unidade de medida de Megabits por segundo (sigla Mbps), e os downloads feitos na internet são medidos em MegaBytes por segundo (sigla MBps).

Imagem 1 - Oferta    Imagem 2 - NET - Oferta.PNG

 

Propagandas de planos de Internet 

Entenda

Um bit (sigla ‘b’) é menor parcela de dado processada por um computador. Podendo assumir apenas dois valores: 0 (zero) ou 1, eles são combinados de inúmeras maneiras a formar números, letras e todos os tipos de arquivo e informações processadores nos computadores e smartphones. 

Já um byte (sigla B) (leia-se: “baite”) é um conjunto formado por 8 bits. Um byte é por padrão a unidade de medida para o tamanho dos arquivos.

Diferença de Unidade

Essa “pequena diferença” nas unidades de medida pode passar despercebida por muitos dos clientes… Principalmente quando as operadoras informam a unidade de medida apenas nas letrinhas miúdas no rodapé do anúncio. Entretanto isso acaba causando uma diferença de oito vezes na sua velocidade de download.


Imagem 5 - Downlaod em MBps.PNG

Velocidade de download - em bytes (B)

Regulamentação

Pelas regras da Anatel (Agencia Nacional de Telecomunicações), as operadoras são obrigadas a fornecerem uma velocidade mínima de 40% do plano contratado. Entretanto a média mensal da velocidade deve ser superior a 80%.

Assim sendo, se você contratou um plano de 10 MEGA (Megabits), sua velocidade máxima de download em Megabytes por segundo será de 1,25. E por vezes a velocidade pode cair para 500 KBps. E sua média mensal deve ser superior a 1MBps.

Pesquisar

Facebook

GeraLinks - Agregador de links